segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Árvore de Natal - História Católica


Abaixo, segue um texto muito interessante a respeito do surgimento da Árvore de Natalque vi na página História Católica do Facebook e resolvi arquivar aqui, para ficar mais fácil de achar e tal.



Aproximadamente no ano 723, Bonifácio viajou com um pequeno grupo de pessoas na região da Baixa Saxônia. Ele conhecia uma comunidade de pagãos perto de Geismar que, no meio do inverno, realizavam um sacrifício humano (onde a vítima normalmente era uma criança) a Thor, o deus do trovão, na base de um carvalho o qual consideravam sagrado e que era conhecido como “O Carvalho do Trovão”.

Bonifácio, acatando o conselho de um irmão bispo, quis destruir o Carvalho do Trovão não somente a fim de salvar a vítima, mas também para mostrar àqueles pagãos que ele não seria derrubado por um raio lançado por Thor.

O Santo e seus companheiros chegaram à aldeia na véspera de Natal, bem a tempo para interromper o sacrifício. Com seu báculo de bispo na mão, Bonifácio se aproximou dos pagãos que estavam reunidos na base do Carvalho do Trovão e lhes disse: “Aqui está o Carvalho do Trovão e aqui a cruz de Cristo que romperá o martelo do Thor, o deus falso”.

O verdugo levantou um martelo para matar o pequeno menino que tinha sido entregue para o sacrifício. Mas, o Bispo estendeu seu báculo para impedir o golpe e milagrosamente quebrou o grande martelo de pedra e salvou a vida deste menino.

Logo, dizem que Bonifácio disse ao povo: “Escutai filhos do bosque! O sangue não fluirá esta noite, a não ser que piedade se derrame do peito de uma mãe. Porque esta é a noite em que nasceu Cristo, o Filho do Altíssimo, o Salvador da humanidade. Ele é mais justo que Baldur, maior que Odim, o Sábio, mais gentil do que Freya, o Bom. Desde sua vinda, o sacrifício terminou. A escuridão, Thor, a quem chamaram em vão, é a morte. No profundo das sombras de Niffelheim ele se perdeu para sempre. Desta forma, a partir de agora vocês começarão a viver. Esta árvore sangrenta nunca mais escurecerá sua terra. Em nome de Deus, vou destruí-la”.

Então, Bonifácio pegou um machado que estava perto dele e, segundo a tradição, quando o brandiu poderosamente ao carvalho, uma grande rajada de vento atingiu o bosque e derrubou a árvore, inclusive as suas raízes. A árvore caiu no chão, quebrou-se em quatro pedaços.

Depois deste acontecimento, o Santo construiu uma capela com a madeira do carvalho, mas esta história foi muito além das destruições da poderosa árvore.

O “Apóstolo da Alemanha” continuou pregando ao povo alemão que estava assombrado e não podia acreditar que o assassino do Carvalho de Thor não tivesse sido ferido por seu deus. Bonifácio olhou mais à frente onde jazia o carvalho e assinalou um pequeno abeto e disse: “Esta pequena árvore, este pequeno filho do bosque, será sua árvore santa esta noite. Esta é a madeira da paz…É o sinal de uma vida sem fim, porque suas folhas são sempre verdes. Olhem como as pontas estão dirigidas para o céu. Terá que chamá-lo a árvore do Menino Jesus; reúnam-se em torno dela, não no bosque selvagem, mas em seus lares; ali haverá refúgio e não haverá ações sangrentas, mas presentes amorosos e gestos de bondade”.

Desta forma, os alemães começaram uma nova tradição nessa noite, a qual foi estendida até os nossos dias. Ao trazer um abeto a seus lares, decorando-o com velas e ornamentos e ao celebrar o nascimento do Salvador, o Apóstolo da Alemanha e seu rebanho nos mostraram o que hoje conhecemos como a árvore de Natal.

terça-feira, 1 de outubro de 2019

Oração de Santa Teresinha - Prece das Santa das Rosas

Como hoje é 1º de outubro, dia em que a Santa Igreja celebra Santa Teresinha do Menino Jesus, resolvi copiar aqui a Oração de Santa Teresinha - Prece das Santa das Rosas.

Santa Teresinha do Menino Jesus foi uma freira carmelita descalça conhecida como um dos mais influentes modelos de santidade, por sua via prática e simples de buscar a santidade. Declarada Doutora da Igreja por São João Paulo II, Santa Teresinha é a padroeira das Missões e da França.


Oração de Santa Teresinha - Prece das Santa das Rosas


Santa das Rosas, trilhastes a Pequena Via da humildade e da submissão à vontade de Deus. Ensinai-nos, ó Santa Mestra, Doutora da Igreja, o caminho da santidade que nasce da escuta da Palavra de Deus, da realização de coisas simples e sem importância aos olhos do mundo.

Nós vos pedimos que continueis a cumprir vossa promessa de fazer chover rosas de graças e bênçãos sobre o mundo. Ansiamos por rosas, muitas rosas do vosso jardim. Reparti conosco as graças que recebeis de Deus pai. Intercedei por nós junto a Ele. Por vossas preces, venha o Senhor em socorro de nossas necessidades.

(Pedir neste momento a graça desejada)

Velai por nossas famílias: Que em nossos lares haja paz, compreensão e diálogo. Velai por nossa pátria, para que tenhamos governantes íntegros, afinados com os anseios do povo sofrido. Velai por nós, para que o espírito missionário impregne todas as nossas ações.

Santa Teresinha, rogai por nós.

Amém.

Links relacionados

domingo, 9 de junho de 2019

Oração ao Espírito Santo

Hoje, dia de Pentecostes, aprendi a Oração ao Espírito Santo na Missa. Vou arquivá-la aqui para futura referência:

Suplico a Maria, celeste Mãe da Igreja, se digne preservar conosco, que formamos a Igreja, O corpo Místico do Seu Filho unigênito. Espero que, graças a tal oração, possamos receber o Espírito Santo que desce sobre nós e, deste modo, tornar-nos testemunhas de Cristo "até os confins da terra", como aqueles que saíram do Cenáculo de Jerusalém do dia do Pentecostes. Amém.

(São João Paulo II)